quinta-feira, 2 de julho de 2009

Campeonatos Esquecíveis: Libertadores-2000 (até as quartas)

Com certeza todos os palmeirenses se lembram dos confrontos contra o Boca e especialmente com os gambás na Libertadores de 2000. Mas antes disso o alviverde teve momentos bem turbulentos e igualmente emocionantes. Abaixo estão as minhas memórias do clube no campeonato. Quem lembrar de outras histórias da Libertadores/2000, fique a vontade para comentar (valeu mesmo ao pessoal que está comentando nos posts!!!!).
- Conforme já comentei, o início de 2000 foi tenso. A Parmalat praticamente diminuiu a zero seus investimentos no Parque, a cada dia um ídolo saía (Evair, Zinho, Cléber, Oséias, Paulo Nunes, etc) e ainda dóia a perda do (verdadeiro) Mundial. Após chegarmos ao céu em junho de 1999, estavámos no inferno em menos de 6 meses.
- A Mancha fazia uma campanha muito forte contra a Parmalat e o Felipão. Não me lembro porque e em que momento exato a Mancha rompeu com o Felipão, até porque ele usava muito bem a torcida quando lhe convia (chegou até a distribuir ingressos gratuitamente). Mas o vaso entre Mancha e Felipão havia quebrado no início daquele ano.
- Algumas contratações do início do ano que me lembro: Índio, Argel, Fernando Henrique, Basílio, Marcelo Ramos. Alguém se lembra de mais algum? Acho que ninguém se empolgou muito com eles e alguns até merecem um post neste blog...hehehe
- O time não era fraco. Tinhámos ainda o São Marcos, Júnior, César Sampaio, Roque Júnior e Alex. Mas o elenco era muito inferior tecnicamente do que o do ano anterior.
- O título do Rio-São Paulo aliviou um pouco as coisas. O time era limitado, mas compensava suas deficiencias com muita garra. Na final uma humilhante vitória contra o multimilionário Vasco de Romário e Edmundo por 4 x 0.
- Mas vamos a Libertadores: os nossos adversários na primeira fase: Juventude, El Nacional (Equador) e The Stongest (Bolívia). Meio baba, mas nos complicamos nas partidas fora de casa.
- The Stongest: sem o seu principal jogador (altitude), os bolivianos foram massacrados em São Paulo. Vitória fácil por 4x0, mas a nossa querida "imprenssinha" deu mais destaque ao São Marcos tomando um café insinuando que o goleiro estava menosprezando os adversários. Na partida de volta, os bolivianos cheios de raiva por esse fato correram como nunca e ganharam por 4x2 e comemoraram um dos gols fingindo tomar café.
- Uma pequena curiosidade: muitas partidas do Verdão na competição foram transmitidas com exclusividade pelo falido canal PSN da ex-gambá Hicks Muse. O canal era um festival de gafes, só deu prejuizo e faliu dois anos depois. Infelizmente, às vezes era a única opção para acompanhar o Palestra na Libertadores.
- El Nacional: a partida no Equador foi durante um dia da semana às duas ou três da tarde. Um horário ridículo para uma partida péssima do Palmeiras. Perdemos por 3x1 em uma exibição tenebrosa. No Palestra vitória fácil por 4x1.
- Juventude: o irmão de leite não ofereceu resistência em São Paulo (vitória nossa por 3x0), mas em Caxias do Sul sofremos um mini-sufoco: empate em 2x2 que nos garantiu um primeiro lugar no grupo sem muitas sobras.
- Oitavas de final: contra os uruguaios do Peñarol não faltou angústia. Na primeira partida no estádio Centenário fizemos uma partida vexatória. Derrota por 2x0, um time sem alma nenhuma e totalmente entregue. Parecia que nossa aventura na Libertadores/2000 não seria longa.
- A partida de volta merece um destaque especial: uma quinta-feira (11/05) no péssimo horário de 19:30 (maldita Conmebol). Estava no estádio com amigos acreditando na mística da camisa independente de quem a vestia. De repente no meio do primeiro tempo, Neném (isso mesmo!!! aquele lateral direito que tanto odiávamos!!!) acerta uma falta no ângulo!!!! Pqp!!!! 1x0!!! Vamos que dá Palestra!!!!
- Marcelo Ramos faz 2x0 ainda no primeiro tempo!!! Marcelo Ramos faz 3x0 no segundo tempo!!! Que beleza!!!!Estamos classificados!!! Estavámos...em uma bobeada da zaga, o Peñarol faz o gol que leva o jogo para os penaltis. (Euller ainda perde um penalti logo após o gol dos uruguaios).
- Lá vamos nós para mais uma disputa de penaltis...e mais uma vez um santo garante a nossa classificação. Dois detalhes: o Euller errou novamente o penalti e o Aguirregaray fez mais por nós com a camisa do Peñarol do que com a camisa do Palmeiras em 1991 e errou um dos penaltis. Vitória nos penaltis por 3x1. Reportagem sobre o jogo (vídeo do Mavalem): http://www.youtube.com/watch?v=Mtjgbfd3ssA
- Quartas de final: mexicanos do Atlas. Um time que nunca havia ouvido falar. As duas vitórias nos confrontos (2x0 e 3x2) podem dar a impressão de classificação fácil. Engano total!!
- No México. Primeiro tempo: Palmeiras 1x0 (passe de Alex, gol de Pena), penalti para o Atlas defendido por Marcos. Segundo tempo: pressão total do Atlas (bola na trave, penalti não marcado, São Marcos) e Palmeiras 2x0 (passe de Junior, gol de Euller). A sorte está conosco!!! Reportagem do jogo (by Mavalem): http://www.youtube.com/watch?v=SRW7-DP1y0s&feature=related
- Em São Paulo. O time mexicano dominou o primeiro tempo!!! O Palmeiras não se encontrava e a sorte (e São Marcos e Alex) nos salvava. Final do primeiro tempo: Palmeiras 1x0 (placar muito injusto). Segundo tempo: Atlas empata. Palmeiras na frente de novo. Atlas empata novamente e tenta pressionar. Taddei marca de cabeça no fim do jogo. Fim do sufoco. Vem gambá!!!! Reportagem do jogo (outra do Mavalem): http://www.youtube.com/watch?v=fHMvFPHrHzs&feature=related
- Obs: O Ferrugem jogou a partida de volta contra o Atlas? Nas minhas memórias ele tinha entrado no início do jogo após contusão do César Sampaio e tinha ido muito bem. Mas no site da Conmebol ele não consta na escalação do alviverde. Será que me enganei?
- Enfim, a partir daí acho que todo mundo se lembra da continuação do Palmeiras na Libertadores....(José Silvério):Toma distância Marcelinho para a cobrança...Ele bate muito bem...Foi pra bola... Bateu...........................

11 comentários:

  1. Como você mencionou bem no título "até as quartas", realmente não me lembrava destas partidas, na minha lembrança as confundia com a libertadores de 2001, com Celso Roth de técnico, aliás, essa libertas também merece um post, fomos até as semis só ganhando nos pênaltis. E quando não fomos felizes nos pênaltis e também gaças a um juiz FDP, perdemos pro boca de novo.

    ResponderExcluir
  2. NORMALMENTE NÃO LEIO POSTS MUITO GRANDES POR FALTA DE INTERESSE,TEMPO OU POR HAVER TEXTOS CHULOS,SEM GRAÇA E COM PÉSSIMA ORTOGRAFIA.
    O SEU TEXTO FOI O MELHOR QUE JÁ LI EM TODA NET SOBRE UM CAMPEONATO DO PALMEIRAS. UM VERDADEIRO DOSSIÊ. BELÍSSIMO. INCLUSIVE EU ACHAVA QUE O CAFÉ TINHA SIDO CONTRA O DEP. TÁCHIRA. E VI OUTRO DIA UM DOCUMENTÁRIO SOBRE O ATLAS DO MÉXICO E ACHEI QUE TÍNHAMOS JOGADO CONTRA ELES ALGUMA VEZ. VOCÊ SACIOU MINHA MEMÓRIA. MAS FOI UM CAMPEONATO QUE VALEU TER PERDIDO PRO BOCA. AFINAL TIRAMOS "ELES", OS "OUTROS".
    O TIME DE 2000 QUE ME LEMBRO FOI CAMPEÃO DA RIO-SP(01/03/2000) E DA COPA DOS CAMPEÕES(07/07/2001) .

    ERA COMPOSTO POR:
    MARCOS (SÉRGIO),ARCE,ROQUE JÚNIOR,ARGEL (AGNALDO) E JÚNIOR (THIAGO),CÉSAR SAMPAIO (FERNANDO),GALEANO,ROGÉRIO (TADDEI) E ALEX (ASPRILLA), EULLER (BASÍLIO) E PENA (ALBERTO). CARALHO, UM VERDADEIRO ESQUADRÃO.
    MATERIAL PARA SEU SITE DE MONTES.
    ABRAÇOS.
    VISITE:
    WWW.CHIQUEIROVERDE.BLOGSPOT.COM

    ResponderExcluir
  3. FALEI BOSTA. O TIME DAQUELE JOGO ERA:
    MARCOS,ROGÉRIO,ARGEL,ROQUE,JÚNIOR,CÉSAR SAMPAIO,TIAGO SILVA,GALEANO,ALEX,PENA,LUIZ CLÁUDIO,MARCELO RAMOS,EULLER E ASPRILLIA.
    GOLS DE EULLER,ALEX E GALEANO(BOLA BATE NELE E ENTRA).
    O TIME DOS CARAS ERA:
    DIDA,DANIEL,ÍNDIO,FÁBIO LUCIANO,ADÍLSON,KLÉBER,VAMPETA,EDU,RICARDINHO,MARCELINHO(THANKS GOD),EDÍLSON,LUIZÃO E DINEI.

    DESCULPE O ERRO . . .

    ResponderExcluir
  4. Fábio por que tu não divulga teu blog no forum do PTD? Seria uma boa, teu blog tem qualidade, acompanho vários blogs e sites da MP e posso afirmar isso.

    Também tô criando um Blog do verdão, ainda tô definindo o tema, não disponho de tempo pra me dedicar legal, trabalho, estudo, é f...!

    O nome já está definido: Palestra 1993. Quando tiver evoluído eu divulgo pra galera.

    ResponderExcluir
  5. Hermes, valeu mesmo pelas palavras. Obrigado mesmo!!! Mas sua opinião é meio suspeita, afinal vc é amigo...hehehe... Só tenho a agradecer pelo seu apoio ao blog desde o início!!!
    Yzquierdo, quando vc criar o seu blog me avise que farei questão de colocá-lo na lista de links recomendados. Precisamos resgatar a memória palmeirense que tanto nos orgulha.
    Agora quanto a divulgação do meu blog eu siceramente até queria que ele fosse mais conhecido até para nós palmeirenses trocarmos lembranças e memórias, mas é meio cruel arrumar tempo para isso. Porém não tenho do que reclamar: há um pessoal aqui que sempre compartilha histórias alviverdes e acho que está muito bom para um blog que começou apenas como uma "brincadeira".
    Abraços, Fábio

    ResponderExcluir
  6. Eu fui nesse jogo contra o Peñarol! Horário horrível! Mas valeu e pena e passamos de fase.
    Eu tbm não conhecia o Atlas. Conheci naquela oportunidade. Quis o destino que 4 anos depois eu tivesse uma viagem ao México. Lá, pedi para me levarem a um jogo no estádio Azteca. E qual era o jogo? América x Atlas! Pela seletiva para a libertadores 2004. O América venceu por 2x1. E eu continuei sem ver uma vitória do Atlas...rs
    E quanto aquela libertadores... foi bem sofrível sim, mas lembro bem de todos os jogos. Lembro que o último, contra o Juventude em Caxias foi tenso, pois estavamos ganhando de 2x0 e o Juventude conseguiu empatar. Foi quando o repórter da rádio disse: se o Palmeiras empatar, pega o Penarol. Se tomar a virada, enfrenta o Boca Jrs nas oitavas. Não era o sistema de hoje em dia. Eramos do grupo 1 e enfrentariamos alguem do grupo 8. O final do jogo foi tenso.
    Talvez, se tomassemos a virada, aquele jogo contra os gambás jamais tivesse ocorrido!

    ResponderExcluir
  7. Outra lembrança dessa libertadores: até esta edição o campeão do ano anterior entrava nas oitavas, justamente quando o Verdão era o campeão anterior a Conmebol mudou o regulamento e tivemos que disputar a fase de grupos, perdendo direito a este privilégio.

    P.Q.P. as vezes parece que tudo acontece com o Palmeiras!

    O lado positivo é que pudemos eliminar os gambás de novo. E olha que desta vez acho que o time deles era melhor. O problema é que eles tremem quando veem o manto verde do outro lado. Kkkkkkk...

    ResponderExcluir
  8. http://chiqueiroverde.blogspot.com/2009/07/produtos-palmeiras-partir-de-um-real.html

    OI FÁBIO, TÁ NA HORA DE VOCÊ RETRIBUIR A GENTILEZA, RSRSRSRSRSS.
    ME VISITA E CLICA NO ANÚNCIO TAMBÉM BELEZA?
    CONTO CONTIGO.
    ABRAÇOS.

    ResponderExcluir
  9. Fabrizio, naquele jogo contra o Juventude o Palmeiras quase se complicou feio, se não me engano o Juventude ainda tinha chances de classificação se ganhasse o jogo, mas não tenho certeza. Quanto ao Atlas, faz tempo que não ouço notícias dos caras, acho que eles devem ser um time médio do México.
    Yzquierdo, realmente o Palmeiras foi o primeiro campeão a disputar a fase de grupos da Libertadores, tinha me esquecido disso. Agora quanto aos gambás, analisando friamente os malditos tinham um time melhor que o nosso. Se não fosse a gente (e o grande Marcelinho) acho que eles seriam campeões.
    Hermes, pode deixar que já estou economizando para fazer uma oferta na mercadoria, mas faz um desconto que tá muito caro...hehehe...
    Abraços, Fábio

    ResponderExcluir
  10. Fui nesse jogo contra o Penãrol...que sofrimento....eu e meu irmão fomos ao jogo sem saber que um e o outro tinha ido só nos encontramos na hora da volta para casa.....Nos penaltis eu fiquei no foço ali do palestra rezando e abraçado a duas palmerenses totalmente desconhecidas...Mas assim é o amor de palmerense na decisão ele ferve.......

    ResponderExcluir
  11. A escalação do Palmeiras naquele jogo contra os gamba, na verdade, foi a seguinte :

    Marcos, Rogerio, Argel, Roque Junior e Junior. Galeano, Cesar Sampaio, Alex e Pena. Euller e Marcelo Ramos. Entraram depois : Luiz Claudio (alguem se lembra desse cara ?), Asprilla e Tiago Silva. Não me recordo bem quem saiu, a certeza é que o Sampaio saiu pq na hora do gol do Galeano, o proprio esta com a bracedeira de capitão. Acho que o Euller tambem saiu pq imagino que ele seria um dos cobradores na disputa de penaltis. A escalação do eterno fregues foi essa :
    Dida, Indio, Fabio Luciano, Adilson e Kleber. Edu, Vampeta, Ricardinho e Marcelinho. Edilson e Luizão.

    Na disputa de penaltis, os cobradores foram, pela ordem : Marcelo Ramos, Ricardinho, Roque Junior, Fabio Luciano, Alex, Edu, Asprilla, Indio, Junior e Marcelinho (hehe)

    Engraçado que o Adilson (hoje tecnico do Cruzeiro) começou a carreira de tecnico na minha cidade (Mogi Mirim) e eu ia ao jogos para ficar atras do banco e gritar : o Adilson, cadê o Galeano, cade o Galeano ?" hahahahaha ... esse jogo contra os gambas foi o jogo mais emocionante da minha carreira de torcedor. Muito legal o blog. Abs

    ResponderExcluir