quarta-feira, 16 de dezembro de 2009

Misericórdia! Quem foram esses pernetas?

Pesquisando jogadores digamos "alternativos" no Almanaque do Palmeiras, me deparo com alguns atacantes que tiveram uma média de gols ridícula até para um lateral-direito reserva. Os caras citados jogaram no clube entre 1988 e 1992 e nunca ouvi falar desses figuras. Alguém se lembra desses caras? E o principal: como eles conseguiram jogar tanto pelo Palmeiras com um desempenho tão patético???
- Márcio (Atacante, 1991/1992): 50 jogos; 3 gols (Exatamente!!!!! O cara é atacante e fez 3 gols em 50 jogos!!!!). Descrição do jogador no Almanaque do Palmeiras: Márcio Siqueira de Souza, também chamado de Marcinho, até que teve chance demais. Porém, não há atacante que resista com apenas 3 gols em 50 partidas disputadas. Média de um gol a cada 16,6 partidas (até o Rodinaldo tem uma média melhor: um gol a cada 12,5 partidas...hehehee).
- Marcelo (Atacante, 1988, 1990/1991): 23 jogos e 1 gol.
- Lima: (Atacante, 1991): 42 jogos e 5 gols. Observação: Pelo almanaque, houve partidas do Palmeiras no campeonato brasileiro de 1991 em que a dupla de ataque era Lima e Marcelo. Média de um gol a cada 8,4 partidas (3 gols dele foram nos amistosos contra a seleção (?!) de Bocaina e o Taquaritinga (2 gols))
- Wagner: (Atacante, 1991): 20 jogos, 3 gols. Observação: os 3 gols dele foram na mesma partida. Botafogo- RP 1 x 4 Palmeiras (quadrangular semi-final do campeonato paulista de 1991).
- Roger (Atacante 1990): 32 jogos, 4 gols. Média de um gol a cada 8 partidas.

Eu achava que sabia um pouco da história do Palmeiras, mas confesso que nunca tinha ouvido falar desses caras.

20 comentários:

  1. Ola o Wagner é um pseudo craque da minha cidade Piracicaba Sp, hoje ele possui uma escolinha de futebol,, querem conferirem o so abrir o link
    ttp://www.efgoldeplaca.com.br/portal/?pg=noticia&id=460ferirem o so abrir o link

    ResponderExcluir
  2. Sempre que vejo menções a pernas de pau do final dos 80 e inicio dos 90 fico a ideia de o quanto a Parmalat foi boa pro Palmeiras. Naturalemente, esse assunto é muito delicado e é inegavel que tambem havia pessimos jogadores a epoca (eu por exemplo sou especialmente traumatizado com o Rivarola) e que o Palmeiras não soube se estruturar apos a saida da parceira. Mas, vai saber quando o Palmeiras sairia da fila (em que pese a boa campanha no Paulista/92). De toda forma, me sinto feliz por não ter visto o glorioso Marcio jogar. 50 jogos e 3 gols é pior que eu haha. Até mais

    Thiago

    ResponderExcluir
  3. Nooossaa! Eu já acompanhava o Palmeiras nessa época e não me lembro desses caras. Ainda bem!

    ResponderExcluir
  4. Esses caras tem uma média de gols digna do LENNY!!!


    Já falei que o Palmeiras poderia abrir uma marcenaria com tanto perna de pau

    ResponderExcluir
  5. e se eles fossem bom em outros quesitos? e se n fossem titulares? qts jogos fizeram entrando desde o primeiro minuto?

    ResponderExcluir
  6. Nestes tempos de ferias de ocio tive a pachorra de procurar dados sobre o destaque do Post, Marcio. Pois bem, achei mais ou menos 40 partidas em que nosso muso atuou. Sua titularidade e suplencia se equivalem, com destaque no 1º item na campanha no Paulistão/91 e no 2ª na campanha do Brasiliero/92 e em varios amistosos realizados na intertemporada no ano de 1991. Os tres gols anotados pelo jogador em questão foram nas seguintes partidas : 10/11/91 em uma derrota por 4x2 para o SPFW, 18/12 contra o America/MEX numa vitoria por 3x2 e, por fim, numa vitoria por 4x0 contra o Guaratingueta em 10/05/92. Ainda que tenha sido titular em cerca de 20 jogos, creio que o desempenho tenha sido, mesmo, desprezivel.

    ResponderExcluir
  7. Thiago do Amaral,
    Muito legal o seu levantamento sobre o desempenho "brilhante" do Marcio no Palmeiras. Bom, pelo menos ele fez um golzinho em um clássico para contar aos seus netos...
    Jesumir, pelo visto até que o Wagner teve uma carreira boa. Ele chegou até a ganhar uns ienes no Japão...hehehe
    Mavalen, era bem novo naquela época, mas também acompanhava o Palmeiras em 1991 e 1992 e não faço idéia de quem foram esses pernetas também. Os caras foram bem obscuros mesmo.
    Lucas Faléco, tomara que o Lenny melhore e faça uns golzinhos para mudar sua história no Palmeiras... mas eu ñ acredito muito nisso...daqui a alguns anos ele aparece aqui no blog...hehehe

    ResponderExcluir
  8. Foi muito legal procurar os jogos do "matador" Marcio. Algumas (outras) curiosidades : nas fichas que encontrei, em 1991 era chamado de Marcio e nas de 1992 de Marcinho. Sera que a torcida perseguia tanto o cara a ponto de ele mudar de nome ? Hahaha. Outra coisa é a falta de estrela do cara. Só fazia gols meio "inuteis" : num classico em que saimos derrotados, num amistoso e numa goleada em que um gol a mais e outro a menos não fazia diferença. Pois bem, agora o que achei de mais curioso. Acho que a maioria dos visitantes sabem que o mestre Evair estreeou no Palmeiras em 1991, num amistoso contra o Mogi Mirim (que maravilha, o matador defendeu nossas cores pela 1ª vez em minha cidade). Então, advinhem quem foi companheiro de ataque do Evair nesta partida ? Sim, é aqueles que voces estão pensando ...

    ResponderExcluir
  9. Fabio, pode guardar as fotos e as estatísticas do Lenny!!!

    Vc ainda vai usar aqui no blog!!!

    ResponderExcluir
  10. Com relação ao Lima a unica coisa q ele fez de util foi um golaço contra os Gambás em 91. Se não me engano foi no mesmo jogo q o Neto cuspiu no Zé Aparecido

    ResponderExcluir
  11. lenny eterno reserva e proibido de jogar? quero ver vc fazer gol assim, lucas falecio!

    ResponderExcluir
  12. E ai pessoal tudo certo?Este Marcio realmente eu não lembro,o Lima como bem lembrou o Jeferson ele fez um golaço mesemo naquele jogo contra os gambas que o Neto cuspiu na cara do Zé Aparecido,o Roger foi um centroavante que veio da base, uma vez marcou um gol contra os lambaris mas o Palmeiras perdeu por 2x1 o Kazuo fez um golaço para os lambaris,o Marcelo era tipo um segundo atacante me lembro que ele fez um gol na EuroAmérica de 1991 contra o Hamburgo não sei se esse gol que conta no almanaque, o tal de Vagner tambem não me lembro,mas devia ser uma beleza de atacante...

    ResponderExcluir
  13. Jefferson e Renato vocês tem toda razão, eu estava na Bambineira nesse dia. O Lima fez o gol da vitória sobre os gambás, no jogo da cusparada. O primeiro gol foi de penalty anotado pelo Monstro César Sampaio. No segundo gol, inclusive a jogava foi grotesca, o Lima vinha com a bola pela ponta esquerda, pisou na bola e caiu(!!) a torcida dos gambás não perdoou e aloprou ele. Porém, magicamente, a queda confundiu o zagueiro que estava marcando ele, e o Lima se levantou rapidamente, deu um corte no zagueiro e bateu cruzado. Sensacional.
    O outro gol do Lima no jogo contra os lambaris eu não lembro, apesar de ter ido nesse jogo na bambineira também. O Kazuo que passou pelo Palestra antes fez o gol da virada bem no finzinho, num contra-ataque.

    Quanto ao Marcinho (Marcio), ele tinha sido atacante do São Paulo e pulou o muro. Aqui não jogou muito bem mesmo, mas eu estava na Bambineira nesse dia também que perdemos de 4x2. Foi o segundo jogo da final do Paulista de 1992. Saimos perdendo e empatamos em seguida, elas fizeram 2x1 e o Marcio empatou novamente em seguida num rebote de escanteio, se nao me engano, ai elas fizeram 3x2 e em seguida ocorreu o lance capital do jogo. Escanteio pra nós, e o Toninho "Looser" Cecilio deu uma cabecada daquelas indefensáveis, mas o Zetti defendeu.
    No fim do jogo o Cerezo ainda fez um gol espírita decretando o 4x2.

    Esse Marcelo, se não me engano veio da base, mas era bem fraquinho também....Novidade né.

    O Wagner, veio da Ponte Preta, e esses gols jogo contra o Botafogo lá em Ribeirão foram muito importantes pois estávamos perdendo de 1x0, ele entrou e fez 3 gols em 5 minutos. Fenomenal.

    Quanto ao Roger, veio de Jaboticabal, tinha sido artilheiro da segunda divisão no ano anterior. Mais uma aposta que não deu certo

    ResponderExcluir
  14. Caramba, eu achei que sabia um pouco da história do Palmeiras, mas o pessoal daqui sabe muito mais do que eu. Sensacional!
    O único jogador que me lembrava vagamente era do Wagner, pois lembro que na partida entre o Botafogo de Ribeirão e o Palmeiras, o Botafogo fez o primeiro e no final do primeiro tempo meu pai desligou a TV com medo de outra decepção (época de fila era triste...principalmente com time do interior...hehehe). Só liguei a TV exatamente no final do jogo para ver de quanto tinha sido a derrota e para minha agradável surpresa tava 4x1 pro Verdão (?!). A vitória foi muito importante pois mantinha nossas chances de classificação no grupo. Só não me lembrava qual era o jogador que tinha feito os 3 gols na partida (achava que era o Betinho).
    Abraços, Fábio

    ResponderExcluir
  15. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  16. Pessoal, achei um link no youtube do jogo da cusparada com os melhores momentos

    http://www.youtube.com/watch?v=PuEp4lFqa-4


    Minha memória me traiu nessa. Errei muito.

    O primeiro gol nosso não foi de penalty convertido pelo César Sampaio, na verdade ele sofreu o penalty e quem converteu foi o Betinho (que veio do Juventus)

    No segundo gol o Lima tropecou sim, porém não foi ele que fez o gol, ele após o tropeção deu 2 dribles q passou pro Betinho que fuzilou.

    ResponderExcluir
  17. É verdade Luciano tem razão,o Lima fez a jogada do gol contra os gambas,agora do Wagner não consigo me lembrar,nem desse jogo que o Fabio falou.
    Esse Blog é sensacional esta se tornando um excelente espaço para palmeirenses de coração refrescarem as boas e más memórias,grande idéia do Fabio abraço a todos

    ResponderExcluir
  18. Lenny é proibido de jogar porque é ruim de bola.

    ResponderExcluir
  19. Tive a "honra" de ver estes craques com nosso manto.

    O tal de Márcio ou Marcinho era revelação dos bambis, mas brigou com a diretoria rosa e ganhou passe na justiça. Aqui foi uma piada.

    O Roger era muito fraco e o Lima era afobado, típico jogador que corre mais que a bola.

    O Marcelo não era tão ruim, jogava de ponta esquerda e tinha uma certa habilidade. Marcar gols não fazia parte do seu repertório.

    O Wagner foi reserva por aqui e praticamente em todos os jogos que disputou entrou no segundo tempo, inclusive neste jogo em que marcou 3 gols contra o Botafogo/SP.

    Abraço

    ResponderExcluir