sexta-feira, 9 de março de 2012

Quem é melhor: Palmeiras ou Corinthians?


Reportagem da Placar de 25 de março de 1990. Nela a revista analisa e compara posição por posição os jogadores de Palmeiras e marginal sem número.
Abaixo o texto da comparação feita pela Placar. Vejam se concordam ou discordam:
Veloso x Ronaldo: os dois atravessam uma excelente fase, mas o potencial do goleiro palmeirense é maior.
Edson x Giba: Ambos são bons apoiadores e peças importantes no ataque. Édson, porém, é mais experiente.
Toninho x Marcelo: Se voltar com o mesmo rendimento, o central do Palmeiras leva vantagem, já que Marcelo não tem se destacado.
Eduardo x Guinei: Aqui, novamente o palmeirense se destaca. Eduardo é mais eficiente na saída de bola e cobre melhor.
Dida x Jacenir: Na marcação, os dois se equivalem, mas o lateral alviverde apóia com muito mais determinação.
Elzo x Márcio: Um duelo parelho. Ambos se destacam pela marcação forte. Márcio, porém, tem mais "gás" que Elzo.
Betinho x Eduardo: Betinho é um dos jogadores mais habilidosos do time de Jair Pereira. Eduardo, porém, precisa atacar melhor.
João Paulo x Neto: O grande problema de Neto é sua irregularidade, pois tanto quanto João Paulo, é capaz de decidir um jogo.
Careca x Tupãzinho: Careca é sempre um perigo ao gol inimigo, enquanto o corintiano trabalha mais na armação das jogadas.
Mirandinha x Valmir: O jovem Valmir mostrou talento mas ainda briga com Viola pela camisa 9. Ambos, porém, não tem a voracidade do goleador palmeirense.
Paulinho Carioca x Fabinho: Paulo Carioca é o mais veloz no ataque do Verdão e supera, tecnicamente, o rival Fabinho.

--------------------------------
Algumas considerações:
- Foi nesse campeonato que um certo time tricolor foi rebaixado. Alguém imagina quem foi? Será que viraram a mesa no outro ano?
- O Jair Pereira era o técnico do Palmeiras no início de 1990. Mas pelo jeito ele não durou muito. Posso estar errado, mas o Jair foi substituído pelo Telê Santana.
- O time do Palmeiras parece mesmo melhor do que o do Corinthians, mas alguém sabe quem era esse Eduardo e João Paulo (era aquele que fez dupla com o Evair no Guarani)?
- Dois jogadores que eu gostava muito Careca e Betinho. Não sei se eles eram craques ou pernetas, mas na minha mente infantil eram meus maiores ídolos entre 1990 e 1991.
- O Mirandinha era mesmo fominha? hehehe....



3 comentários:

  1. Belo texto, Eduardo veio da Portuguesa, e era bem regular, João Paulo foi campeão pelo Santos, era um dos meninos da Vila de 78, esse time pipocou no final do primeiro turno empatando com o Bragantino em zero a zero no Palestra,ocasionando a saída do Jair Pereira, e no segundo turno, já com Telê, empatou com a Ferroviária, no Pacaembu, e o pessoal foi quebrar a sala de troféus. No Brasileiro, com Dudu, começou mal, melhorou com Dudu de técnico, porém no primeiro mata-mata, contra o Grêmio-ganhamos de 1a 0, aqui,e perdemos de 2 a 0 lá, tchau, e os gambás foram subindo, e acabaram campeões.Bem acho que minha memória está boa, não consultei nada.abço

    ResponderExcluir
  2. Parabens pelo site, muito bom e ao mesmo tempo engraçado quando vemos um passado nem tão distante assim.
    O comentário acima está perfeito, esse João Paulo era meio que um Douglas nos dias de hoje e quanto ao Betinho já o vi algumas vezes na Rua Javari.

    Abraços

    ResponderExcluir
  3. Eduardo, tenho quase certeza que ainda é o velho Eduardo Amorim, que depois foi técnico lá mesmo no Corinthians. E João Paulo, como disse o camarada no outro comentário, era o que surgiu no Santos no final dos anos 70, na geração dos Meninos da Vila. Acho que ao longo do ano ele perdeu espaço no time pro Mauro, ponta-esquerda do time que acabou campeão brasileiro.

    ResponderExcluir